Filme: Orgulho e Preconceito

filme-2Borgulho-2Be-2Bpreconceito-2B1

Podem me julgar. Eu mesma não acredito no quanto eu demorei para verdadeiramente dar uma chance ao filme. É claro que eu já conhecia um pouquinho da história do Sr. Darcy e da Lizzie. Já havia lido resenhas do livro e sabia da paixão inequívoca de muita gente pelas histórias escritas por Jane Austen. Acontece que eu nunca tinha tido realmente o desejo de conferir a adaptação. Foi só depois de ler os quatro primeiros livros da série de romances de época escrita por Julia Quinn que eu resolvi que precisava deixar o preconceito de lado de uma vez e ligar a televisão.

filme-2Borgulho-2Be-2Bpreconceito-2B4

A história se passa em 1797 na Inglaterra. Tudo o que a mãe de Lizzie, Jane, Lydia, Mary e Kitty quer é que suas filhas façam bons casamentos. Assim, quando o Sr. Bingley decide passar uma temporada em sua mansão próxima dos Bennet, todas elas enxergam uma possibilidade de fazerem um bom casamento. O Sr. Bingley é jovem, bonito, rico e educado, tudo o que as mamães e as mocinhas casamenteiras desejam. Acontece que junto dele chega também o rico, taciturno e esnobe Sr. Darcy, alguém que despertará em Lizzie um sentimento controverso de amor e ódio.

filme-2Borgulho-2Be-2Bpreconceito-2B2

Na primeira cena em que eles aparecem juntos, há uma troca de olhares e uma clara confusão de sentimentos, principalmente por parte do Sr. Darcy. Por conta da paixão entre o Sr. Bingley e a irmã de Lizzie, Jane, eles passam algum tempo juntos na festa comunitária. Não o bastante, apenas o suficiente para que Lizzie receba uma resposta mordaz, uma reprimenda e um insulto. E passe a enxergá-lo como um homem arrogante e esnobe, um sujeito de olhar triste e postura conservadora.

filme-2Borgulho-2Be-2Bpreconceito-2B3

O filme é dirigido por Joe Wright e, sem dúvida nenhuma, a fotografia foi uma das coisas que mais me encantaram na adaptação. Os cenários são de tirar o fôlego. O elenco também é maravilhoso e é impossível não amar cada um dos personagens, com suas particularidades e manias. Impossível não mergulhar de cabeça nos costumes e vestimentas da época.

Keira Knightley está incrível no papel de Lizzie. Eu não conseguia deixar de rir quando ela ria também. A atriz conseguiu dosar da melhor maneira a força e o orgulho inerente de Lizzie com uma doçura e uma certa timidez encantadora.

Matthew Macfadyen interpreta o Sr. Darcy e é estarrecedor e quase palpável a dor em seus olhos. Ele parecia triste quase o tempo todo. Não uma tristeza forjada, mas uma tristeza que parecia vir da alma e demonstrava muito claramente os conflitos dele quanto à Lizzie, sua família nada convencional e até certo ponto indiscreta e sua origem humilde. Eu não sei se é apenas no filme, mas o Sr. Darcy é um homem calado e introspectivo. Suas opiniões, sentimentos e intenções ficam mais claramente demonstrados por meio de suas ações. E isso foi algo que me encantou. Sua luta era sobre deixar que o seu amor por Lizzie tomasse conta ou frear-se pelos limites e preconceitos impostos pela sociedade, que não veria com bons olhos a união de duas pessoas de classes sociais tão diferentes.

filme-2Borgulho-2Be-2Bpreconceito-2B5

Ela é o orgulho e ele é o preconceito. Ela lutando contra as opiniões pré-concebidas sobre ele, algumas das quais ele mesmo insinuou com sua postura conservadora e arrogante, e ele lutando contra esse desejo e amor e depois pela aceitação de Lizzie e uma vida em comum.

É aquele tipo de filme para ver, rever e ler o livro. Para ver com o coração repleto de encantamento e deixar-se contaminar pela doçura e sensibilidade do filme, pela época e seus costumes. Mais do que recomendado!

Quer mais indicações de filmes legais para assistir? Clique aqui.

Tags: | | | | |

Sobre o Autor

Inara Souza
Inara Souza

24 anos, interior de São Paulo. É formada em Engenharia Civil e pós-graduada em Arquitetura de Interiores. Criou o Casinha Arrumada para falar das coisas que mais ama e compartilhar histórias. É apaixonada por decoração, livros, músicas e séries de TV. Siga nas redes sociais: Instagram - Facebook - YouTube - Pinterest

5 Comentários

  1. O único motivo de não ter gostado do filme, foi o fato de que fugio muito a realidade do livro ( na minha opinião ). Gostei mais da série da BBC que, como sempre, soube retratar aquilo que o livro nos proporcionou. A série é simplesmente perfeita ( eu recomendo ).
    Gostei do seu post e principalmente de sua análise do filme e dos personagens!!!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.