O piso vinílico é provavelmente a melhor opção para quem quer trocar o piso sem precisar passar por todo o desconforto de uma obra, já que ele pode ser instalado sobre o revestimento antigo.

 

Feito de PVC, ele pode ser do tipo em manta, placa e régua. Para casas e apartamentos, geralmente usa-se o piso vinílico vendido em placas ou réguas. Já o piso vinílico em mantas é geralmente utilizado em espaços maiores, como corredores e grandes salões.

 

Além disso, esse tipo de piso absorve bem o som, sem falar que garante um bom conforto térmico, é antialérgico, anti-chamas e de fácil limpeza.

 

Tudo o que você queria saber sobre o piso vinílico

Piso Vinílico Tarkett | Projeto: Aline Dal’Pizzol | via

 

TIPOS DE PISOS VINÍLICOS

 

O piso vinílico pode vir em mantas, placas ou réguas. A instalação é fácil, rápida e limpa, exigindo apenas que a base (contrapiso) esteja sem nenhuma imperfeição. A aplicação geralmente é feita com cola, mas já existem alguns tipos de pisos que dispensam o uso de adesivo específico e são instalados por meio de um sistema de click (macho/fêmea) através de réguas vinílicas de encaixe. Outra opção são os pisos vinílicos autoadesivos.

 

O preço do piso vinílico varia entre R$50,00/m² e R$150,00/m².

 

INSTALAÇÃO DO PISO VINÍLICO

 

O piso vinílico é indicado para ambientes internos e secos, como salas de estar e jantar, quartos e corredores. Sua instalação não é indicada em áreas externas, uma vez que a constante exposição ao sol pode acabar desbotando o revestimento.

 

No caso de áreas molhadas, como cozinhas e banheiros, você pode optar pela instalação do piso vinílico, mas ele vai exigir alguns cuidados especiais. Quanto ao uso dentro do box do banheiro, ele não é recomendado.

 

A maioria dos pisos vinílicos possuem garantia de 10 a 15 anos.

 

Tudo o que você queria saber sobre o piso vinílico

Piso Vinílico Tarkett | Projeto: Aline Dal’Pizzol | via

 

APLICAÇÃO PISO SOBRE PISO

 

O piso vinílico pode ser instalado sobre cerâmica, porcelanato e cimento desempenado ou laje de concreto, mas antes é preciso verificar se não existe nenhuma imperfeição no piso que possa comprometer o novo revestimento.

 

Se o contrapiso apresentar depressões, irregularidades ou imperfeições, será preciso aplicar uma camada de massa de regularização, para nivelar as juntas do piso e eliminar possíveis imperfeições. Se a superfície for vitrificada, muito lisa, antes da aplicação da massa de preparação ou autonivelante, será necessário o uso de um primer abrasivo para melhorar a aderência da massa.

 

Agora se o piso antigo for de madeira, não tem jeito: será preciso retirar tudo!

 

É preciso lembrar que não é possível garantir que o piso antigo estará intacto se um dia você optar por remover o piso vinílico, uma vez que a cola utilizada na instalação provavelmente terá danificado o piso que estava por baixo. Se a ideia é apenas renovar o ambiente por um tempo, como durante o período de contrato de aluguel da casa, o ideal é optar por réguas vinílicas de encaixe, que não utilizam cola durante a instalação e podem ser reaproveitadas em outro ambiente depois.

 

Tudo o que você queria saber sobre o piso vinílico

Piso Vinílico Interfloor | Carvalho Rústico | via

 

LIMPEZA DO PISO VINÍLICO

 

O piso vinílico pode ser molhado – ele apenas não pode ficar submerso na água. Você pode usar um pano úmido e sabão neutro para realizar a limpeza do piso, mas o ideal é consultar as especificações do fabricante com relação à manutenção e conservação do produto.

 

 

E por hoje é isso, pessoal! Espero que tenham gostado das dicas sobre tudo o que você queria saber sobre o piso vinílico! O que acham desse tipo de revestimento? Já instalaram em casa alguma vez? Como foi e tem sido a experiência de vocês? Contem para mim nos comentários!

 

Leia mais sobre construção e reforma.

Post escrito por:

22 anos, interior de São Paulo. É recém-formada em Engenharia Civil e atualmente cursa pós-graduação em Arquitetura de Interiores. Criou o Casinha Arrumada para falar das coisas que mais ama e compartilhar histórias. É apaixonada por decoração, livros, músicas e séries de TV. Siga nas redes sociais: Instagram - Facebook - YouTube - Pinterest

Como calcular a quantidade ideal de papel de parede

Revestimento hexagonal tipo colmeia

Escreva um comentário