Não deixe ninguém roubar o seu sonho

 

“Sonhar não paga as contas.”

“O seu negócio pode demorar anos para começar a dar lucro.”

“Pode ser que você nunca consiga ganhar dinheiro com o que você ama.”

“Você deveria arranjar um trabalho de verdade.”

 

Se você é um empreendedor e se você ama algo do fundo do seu coração, provavelmente já ouviu uma ou até todas as frases acima. E são todas verdadeiras. É verdade que sonhar não paga as contas. É verdade que o seu projeto pode demorar anos para começar a dar lucro, sem falar que pode ser que você nunca chegue a ganhar nenhum centavo com aquilo que faz com paixão e amor. E talvez você devesse mesmo arranjar um trabalho de verdade, que dê a você alguma estabilidade, pelo menos enquanto as coisas não começam a acontecer.

 

Empreender não é fácil. Precisamos lidar com as expectativas dos outros ao mesmo tempo em que precisamos lidar com as nossas. Quando escolhemos percorrer um caminho diferente daquele que os nossos pais, nossos tios e nossos amigos escolheram, e principalmente quando esse caminho não parece tão claro para qualquer um deles, é comum precisarmos lidar com as dúvidas, desconfianças e incertezas das pessoas que nos rodeiam, principalmente daquelas a quem mais amamos e que nos amam igualmente. Muitas vezes essas desconfianças estão rodeadas de muita preocupação e amor. São pessoas que querem o nosso bem e que talvez por falta de informação, não sabem bem como nos ajudar. Para alguém que trabalhou a vida inteira de crachá e carteira assinada, pode parecer estranho o fato de você querer ganhar dinheiro com a internet.

 

O problema não está na preocupação com o nosso futuro e bem-estar. O problema está na frustração e desânimo que essa preocupação traz. Acho que o primeiro passo para lidar com a situação é parar de duvidar de si mesmo. Seu sonho é importante, seja ele alcançar a presidência de uma grande multinacional ou abrir uma lanchonete na esquina da sua casa. E você sabe porquê o seu sonho é importante? Por um motivo muito simples: porque ele é seu.

 

É o sonho que faz o atleta treinar incansavelmente. É o sonho que faz o concurseiro estudar todos os dias. É o sonho que faz o empreendedor trabalhar mais de 10 horas por dia. Uma pessoa sem um sonho é alguém sem expectativas, sem planos, sem metas e sem brilho no olhar.

 

Mas um sonho é só sonho enquanto permanece no papel. Ele só deixa de ser um sonho quando começa a virar realidade, a se tornar palpável. E isso só acontece a partir do momento em que você entende, de uma vez por todas, que o seu sonho é importante. E que talvez ele seja importante só para você.

 

O que eu quero dizer é: valorize o seu sonho. Não deixe que ninguém, jamais, o desmereça. E tire-o do papel. Ninguém fará as coisas acontecerem para você. Se você quer abrir uma lanchonete, comece abrindo uma página na internet e pesquise o que você precisa fazer para tornar esse sonho realidade. Se você quer abrir um escritório de arquitetura, comece imprimindo cartões de visita na gráfica e distribua-os pela cidade. Se você quer ser o presidente de uma multinacional, converse com pessoas, estude muito e descubra o que será preciso fazer para chegar até lá.

 

Só não ache que as coisas serão fáceis ou que você estará rico amanhã. Ninguém nunca disse que sonhar seria fácil. É justamente o contrário: é difícil, trabalhoso e talvez roube de você muitas horas de chopp com os amigos. Você precisará avaliar se o sacrífico vale a pena.

 

E, por favor, pare de pensar que você precisa de um escritório caro no centro da cidade, de um equipamento caro e disso, daquilo e daquele outro para começar. Você não precisa. Comece agora, onde você está e com o que você tem. E vá aperfeiçoando as coisas aos poucos, conhecendo o seu sonho e aprendendo diariamente com ele. Feito é melhor do que perfeito. Pois quem planeja demais não permite que as coisas saiam do papel.

 

Não estou dizendo que não será necessário planejar, remodelar e recriar o seu negócio. Será necessário fazer isso todos os dias desse dia em diante. Você precisará desmontá-lo e remontá-lo sempre, precisará aprender a lidar com as tendências do mercado, com as crises, com a falta de dinheiro, com a desmotivação e com todas as críticas que serão feitas no meio do caminho.

 

E talvez não dê certo. Mas você precisa tentar. Você precisa enfrentar todas essas dificuldades com a certeza de estar seguindo o seu coração e as suas próprias convicções. E quando alguém disser a você que é besteira, que é perda de tempo, sorria e continue acreditando no seu sonho. Porque ele é seu. E ele é importante.

 

“Não deixe ninguém roubar o seu sonho. Viva-o, sonhe-o, ame-o, agarre-o, morda-o, amarre-o. Jamais diga que está acabado até você o vencer. Jamais diga que está realizado até o conquistar. Não pare, não desanime, não respire… Siga em frente, vá adiante, sue, sangre, chore, recomece, levante, grite, respire fundo, doe-se. Não importa o tamanho do seu sonho, nem a distância para alcançá-lo, nem o caminho tortuoso a percorrer, pois o primeiro passo para conquistá-lo é o desejo de vencer, de não desistir, de seguir até o fim.” (via)

Post escrito por:

22 anos, interior de São Paulo. É recém-formada em Engenharia Civil e atualmente cursa pós-graduação em Arquitetura de Interiores. Criou o Casinha Arrumada para falar das coisas que mais ama e compartilhar histórias. É apaixonada por decoração, livros, músicas e séries de TV. Siga nas redes sociais: Instagram - Facebook - YouTube - Pinterest

Ela é mulher e pode ser o que quiser

Escreva um comentário