O amor mora ao lado por Debbie Macomber
Mesma autora de “A Pousada Rose Harbor”

 

Título Original: Family affair
Autora: Debbie Macomber
ISBN: 978-85-8163-052-6
Editora: Novo Conceito
Tradução: Paula Gentile Bitondi
Páginas: 160
Leia o 1º capítulo.

 

Eu li A Pousada Rose Harbor (leia a resenha clicando aqui) e me apaixonei pelo estilo de narrativa de Debbie Macomber. Por isso, quando O amor mora ao lado chegou aqui em casa, e sendo fininho e obviamente uma leitura bem rápida, decidi ler no ônibus na viagem para casa. De fato, li o livro em pouco mais de uma hora. Apesar das 160 páginas, o livro é bem menor do que parece. Além do capítulo de degustação de A Pousada de Rose Harbor e receitinhas de “Petiscos Caseiros Para Seu Gato” no final do livro, o livro também foi impresso com letras grandes.

 

 

Antes de qualquer coisa, preciso dizer: o livro não é ruim; a história até que é fofa e engraçadinha, mas realmente não foi tudo o que eu esperava. Depois de me emocionar tanto com A Pousada Rose Harbor, fiquei realmente decepcionada com esse livro. Só depois fui pesquisar e descobri que O amor mora ao lado é um livro antiguinho da autora, escrito muito antes de suas tramas fazerem sucesso e seus livros figurarem na lista dos mais vendidos.

 

 

É uma história bem simples, gostosa de ler, mas, como parece acontecer com todos os livros curtinhos demais, o enredo não se desenvolve e tudo acontece rápido demais. O amor mora ao lado vai contar a história de Lacey Lancaster que, depois de um divórcio ruim, decide mudar para outra cidade e refazer a sua vida. O divórcio baniu toda a confiança que ela antes depositava no sexo masculino e por isso ela decidiu que a companhia de uma gatinha, Cleo, era a melhor opção. Mas Jack, seu lindo e sexy vizinho, além de viver brigando em alto e bom som com uma mulher no apartamento ao lado, parece disposto a tentá-la com o seu charme. Como se ela não conhecesse bem o tipo e o quisesse a quilômetros de distância!

 

Mas o problema é que Jack tem um gato (a quem deu o nome de Cão; é, isso mesmo, ele deu o nome de Cão para o gato) que acaba conseguindo entrar no apartamento de Lacey e engravidar sua querida Cleo. Agora, Lacey está disposta a fazer com que Jack arque com a sua responsabilidade, ajudando-a com as questões relacionadas à gravidez de Cleo e com a doação dos gatinhos após o nascimento. E Jack, é claro, não deixa de aproveitar o momento para se aproximar mais da sua linda vizinha…

 

 

Como eu disse, é uma leitura gostosa e engraçada mas rápida demais, o que faz com que o enredo não se desenvolva satisfatoriamente. O amor acontece rápido demais, se desenvolve rápido demais e o final do livro simplesmente não me convenceu. Aproveitei a leitura para dar boas risadas e desenvolver um carinho especial pelos felinos, mas não passou disso. Se você for ler, leia sem expectativa nenhuma. Se amou A Pousada Rose Harbor e estiver esperando uma narrativa minimamente parecida, vai se decepcionar, tenha certeza disso.

 

Post escrito por:

24 anos, interior de São Paulo. É formada em Engenharia Civil e atualmente cursa pós-graduação em Arquitetura de Interiores. Criou o Casinha Arrumada para falar das coisas que mais ama e compartilhar histórias. É apaixonada por decoração, livros, músicas e séries de TV. Siga nas redes sociais: Instagram - Facebook - YouTube - Pinterest

Tipo Destino por Susane Colasanti

Belle por Lesley Pearse

Escreva um comentário

10 comentários para “O amor mora ao lado por Debbie Macomber”

  1. 09/10/2013 às 15:08

    Pretendo ler em breve, vamos ver o que eu vou achar.
    Amo as fotos que ilustram seu post.
    Beijos Náh!

  2. 09/10/2013 às 15:38

    Eu estou querendo muito ler esse livro, parece tão lindinho! dessa nova leva de livros da Debbie ainda não li nenhum, só digo que acho muito curtinho, é pra ler em um vapt e vupt
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    • 17/10/2013 às 13:37

      é curtinho mesmo… eu particularmente não gosto de livros assim tão curtinhos… sempre parece que roubaram metade da história… 🙁

  3. 10/10/2013 às 11:31

    Oi Inara, acho que fiz bem em não solicitar esse livro. Os livros da autora tem uma leveza daquelas leituras rapidas e despretensiosas. Mas acho que esse foi tão simples que se tornou raso. Mas como você disse é um livro do início da carreira e autora certamente melhorou bastante.

    Beijos
    Caline – Mundo de Papel
    http://mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    • 17/10/2013 às 13:38

      É verdade, Caline! Eu amei “A Pousada Rose Harbor”, por exemplo!

  4. 10/10/2013 às 19:05

    Uma pena que o livro tenha sido muito rápido :S

    Beijo

  5. 11/10/2013 às 20:19

    OI gostei da capa do livro vou dar uma procurada para ler ele!
    Bjs, me segue por favor se ja segue ignore!E comenta por favor nesta resenha ajudaria muito.
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2013/10/a-filha-da-minha-mae-e-eu.html

    • 17/10/2013 às 13:39

      Eu não gostei muito, Naylane, como disse na resenha, mas vá em frente! Quem sabe você não gosta mais do que eu, né? Beijos!