Aconteceu em Paris por Molly Hopkins

 

Título Original: It happened in Paris
Autora: Molly Hopkins
ISBN: 978-85-8163-259-9
Editora: Novo Conceito
Tradução: Maria Ângela Amorim De Paschoal e Adriana Amback
Páginas: 480
Leia o 1º capítulo.

 

Aconteceu em Paris, livro de estreia de Molly Hopkins, conta a história de Evie Dexter, que está bem ferrada no momento. Ela perdeu o emprego e passa os dias enfurnada em seu apartamento, bebendo. Seu médico lhe disse que qualquer pessoa que bebe mais de oito unidades de álcool por semana corre o risco de virar dependente. Para Evie, essa quantidade não afogaria uma vespa – principalmente quando essa vespa tem uma dívida de mais de 9 mil libras com o banco. 

 

Então ela decide ser guia de turismo depois de ver um filme bacana. Determinada e cheia de coragem depois de uma ou duas doses, ela começa a “melhorar” o seu currículo, afinal, ser guia de turismo não pode ser tão difícil assim e ela só precisa dar uma forcinha para a sorte. E que sorte! Entrevista marcada, Evie consegue o emprego depois de ler um ou dois guias e ver alguns filmes. E, é claro, porque sua entrevistadora estava com uma terrível ressaca no dia…

 

Sua primeira excursão é por Paris! Paga para viajar, conhecer lugares incríveis e se hospedar nos melhores hotéis; Evie encontrou o emprego perfeito! E imagina só: seu motorista é Rob, um cara de vinte e poucos anos e lindo de morrer! Um final de semana em Paris, cercada de monumentos, comida gostosa e um homem sexy que obviamente a quer: Evie acaba de entrar no paraíso! 

 

 

O livro tem assim, uma pegada bem gostosa. Evie é um clichê, é claro – a personagem doidinha e ferrada que gasta mais do que pode e de repente se vê presa num amontoado impossível de dívidas. Que vai atrás do que quer e não se abala diante das dificuldades assim tão facilmente. Sinceramente, já perdi as contas de quantas personagens assim já conheci. Mas, talvez por isso, o livro seja assim tão gostoso e fácil de ler. Você ri muito, se apaixona pelos personagens e se diverte muito com a história, mas não passa disso. É um livro para entreter – e só. Não há nenhum drama assim evidenciado.

 

Rob foi uma surpresa. Comentei no Twitter que, quando ele apareceu, imaginei um velhinho de 60 anos de idade. Não sei exatamente o motivo, eu apenas não consegui acompanhar a narração e criar na mente o cara lindo e incrivelmente sexy que Evie acabara de conhecer. Falha técnica, foi isso. Mas essa imagem logo se esvaiu – só lendo para entender. (rs) Rob é bem controlador, e, preciso confessar, revirei os olhos para ele mais vezes do que pude contar, mas, com o tempo, ele vai se revelando um cara sensível o bastante para fazer você se apaixonar por ele também. O santo e o malandro num pacote só – maravilhoso, é.

 

Relevei alguns aspectos como a quantidade de bebida que Evie consome e as loucuras que ela comete e dei três estrelinhas pela capacidade do livro de entreter. Você vai gostar do livro, sim, mas Aconteceu em Paris não vai se tornar um dos seus livrinhos preferidos – daqueles inesquecíveis. É isso.

 

Leia mais resenhas de livros clicando aqui.

Compartilhe:
Você vai gostar de ler também:
Post escrito por:

24 anos, interior de São Paulo. É formada em Engenharia Civil e atualmente cursa pós-graduação em Arquitetura de Interiores. Criou o Casinha Arrumada para falar das coisas que mais ama e compartilhar histórias. É apaixonada por decoração, livros, músicas e séries de TV. Siga nas redes sociais: Instagram - Facebook - YouTube - Pinterest

Belleville por Felipe Colbert

A Escolha por Nicholas Sparks

Escreva um comentário

12 comentários para “Aconteceu em Paris por Molly Hopkins”

  1. 24/07/2013 às 21:19

    Oi Inara!
    Desde que a Novo Conceito anunciou o lançamento desse livro, eu fiquei muito curiosa pela história (porque a capa, sinceramente, não chama minha atenção), ultimamente ando apaixonada por livros que falam sobre França e Paris <3 hehe Então todo livro que entre nesse mundinho já ganha diversos pontos comigo só pelo cenário! Pena que o livro não é assim tão bom, mas se dá pra nos entreter já é uma boa pedida!

    Beeijos,
    iSteh

    • 25/07/2013 às 20:48

      É, sim, Stefani! Ele não é maravilhoso, mas dá para curtir a leitura, sim! *.*

  2. 24/07/2013 às 21:55

    Oi, Inara.

    Ultimamente estou apreciando livros assim, preferencialmente romances, porque de drama já basta vida.

    Fiquei curiosa para conhecer esse personagem tão dual em sua personalidade. rs.

    Beijos.

    • 25/07/2013 às 20:49

      Ah, Carlinha, então você vai gostar desse livrinho! Ele é bem levinho e divertido! =)

  3. 25/07/2013 às 16:08

    Inara eu estou com vontade de ler esse livro desde o lançamento, como você aponta a história tem aspectos bons e outros nem tanto!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    • 25/07/2013 às 20:50

      De qualquer forma, o livro é gostosinho, Thaila, se você ler sem expectativas! =) Beijos!

  4. 25/07/2013 às 17:00

    Ai Inara, confesso que fiquei desanimada com as suas três estrelas e com os seus comentários sobre os personagens, como não pretendia ler mesmo a sua resenha me fez reforçar isso.
    Mesmo assim, parece um livro bom pra passar a tarde.

    Beijos
    http://www.leitoraincomum.com

    • 25/07/2013 às 20:52

      Ah, Fer, o livro não é ruim, só não é tão bom assim! shauhsuashuahsau

  5. 25/07/2013 às 23:59

    Esse livro, como você disse, parece que não vai ser meu favorito mas que eu vou gostar. É bom uma leitura mas leve como essa de vez em quando, pra relaxar a mente 🙂

    Beijos, Bianca
    http://behindenemyline8.blogspot.com.br/

    • 26/07/2013 às 12:57

      Isso é verdade… Eu dei boas risadas com ele, pelo menos! 😉

  6. 26/07/2013 às 01:48

    Oi Inara essa é a minha leitura do momento e apesar de estar apenas no início estou muito incomodada com a bebedeira da Evie. Se continuar assim não sei se conseguirei relevar assim como você fez.
    Quando comecei a ler foi exatamente por estar em busca de um livro pra entreter. Nada muito marcante ou que me fizesse repensar sobre a vida. Acho que fiz a escolha correta.

    Beijos
    Caline – Mundo de Papel

    • 26/07/2013 às 12:59

      Pois é, Caline! Essa bebedeira também me incomodou e me fez pensar para quê tanto, sabe? Mas, no geral, o livro é legal, você ri bastante! Espero que você goste! *.* Beijos!